Procurando Categorias:Saúde

alho

O alho cru fresco tem sido utilizado na medicina tradicional para tratamentos de várias doenças, devido à presença de bioativos comprovadamente eficazes. Durante muito séculos como um alimento medicinal, o alho tem mais recentemente começado a despertar a atenção de quem está fazendo dieta, já que estudos indicam que o poder dos benefícios do alho, inclusive para ajudar a emagrecer.

Segundo a mestre em Nutrição e Saúde da Terra Madre, Aline Bravim o alho é um bulbo utilizado e apreciado como tempero pela maioria dos brasileiros. Tem um cheiro e sabor característicos devido a um composto bioativo conhecido como alicina, quanto mais moído ou socado mais ele libera este composto. A alicina tem propriedade antibiótica, antiviral e antifúngica para a defesa da própria planta, sendo assim nós também podemos nos beneficiar desta propriedade. Também são encontrados no alho compostos sulfurados que têm ação hipoglicemiante (ajuda a reduzir o teor de glicose no sangue), hipotensora (ajuda a controlar a pressão arterial), hipocolesterolêmica (ajuda a reduzir os níveis de colesterol) e antiagregante plaquetária (reduzindo o risco de doenças cardiovasculares). São encontradas ainda substâncias que favorecem o aumento da imunidade e antineoplásica, ou seja, reduz o risco da formação de tumores.

O que faz do alho um superalimento são uma série de compostos sulfurosos como a alicia e o dialil sulfito. O alho também apresenta uma boa concentração das vitaminas A, C, B6 e B1, e dos minerais selênio, manganês, ferro, magnésio, fósforo, cobre e potássio.

vitamina d

“O alho é fonte de mais de 100 compostos ativos, vitaminas e sais minerais, e traz uma série de benefícios para a saúde, como a prevenção de resfriados e o aumento na síntese de testosterona. Porém, o aroma e o sabor picantes característicos que limitam a sua utilização. Nos últimos anos, buscamos alterações físico-químicas com o objetivo de eliminar o odor desagradável e melhorar a palatabilidade, até que chegamos ao resultando do Alho Negro Maturado de sabor adocicado e inodoro.” Disse a farmacêutica da Farmácia Alquimia Raigna Vasconcelos.

Com poucas calorias, apenas 42 calorias por cabeça, fonte de fibras, proteínas e com quase nada de gordura, o alho é uma ótima opção para a o cardápio de quem quer emagrecer. Além de dar sabor às receitas, sem precisar recorrer à gordura e ao sódio, o alho serve para estimular o metabolismo, fortalecer o sistema imunológico, aumentar os níveis de testosterona, combater infecções, controlar o colesterol, diminuir a pressão arterial e desintoxicar o organismo.

Confira abaixo alguns benefícios do alho para sua saúde:  

– Auxilia na perda de peso – Na última década foram realizadas pesquisas que indicam que o alho é um grande aliado da boa forma por acelerar o metabolismo, inibir o acúmulo de gordura, potencializa os efeitos da atividade física.

– Fortalece o sistema imunológico e previne o câncer – Os compostos sulfurosos e o alto teor de vitamina B6 do alho colaboram para o fortalecimento do sistema imunológico, que por sua vez pode inibir o crescimento ou mesmo eliminar uma série de bactérias e fungos.

O alho também atua na prevenção de inúmeros tipos de câncer, entre eles os de estômago, bexiga, próstata, esôfago e cólon.

– Estimula o ganho de massa magra – Pesquisas desenvolvidas sugerem que os compostos ativos do alho podem contribuir para o aumento da síntese de proteínas e assim estimular a hipertrofia muscular, contribuindo assim com o aumento da massa magra.

– Combate o resfriado – A alicina presente no alho fortalece o sistema imunológico e ajuda a manter a gripe bem distante. Uma pesquisa publicada no periódico Advances in Therapy identificou uma diminuição de 63% no número de resfriados associada à suplementação com alho. Além da quantidade, a duração dos sintomas também foi em média 70% menor (de 5 para 1,5 dias) no grupo de voluntários que recebeu a suplementação com extrato de alho contendo alicina.

– Controla o metabolismo do Ferro – Pesquisadores têm analisado os efeitos do alho sobre o metabolismo do ferro e os resultados preliminares parecem bastante promissores. Quando o mineral é estocado em nossas células, uma proteína conhecida como ferroportina é a responsável por transportá-lo através da membrana celular de volta para a circulação. Acredita-se que o alho aumente a produção de ferroportina no corpo, facilitando o envio do ferro para a circulação e de lá para determinados tecidos de acordo com nossas necessidades metabólicas.

– Ação desintoxicante – Altas concentrações dos compostos sulforosos presentes no alho previnem danos causados aos tecidos pelo excesso de metais pesados no organismo. Em um estudo desenvolvido com funcionários de uma fábrica de baterias, o alho foi responsável por uma diminuição de 19% nos níveis do metal pesado na circulação.

O bulbo também se mostrou eficiente no controle de outros sintomas da intoxicação causada pelo chumbo, como pressão alta e dores de cabeça.

– Melhora o desempenho físico – Muitos séculos depois, a ciência começa a comprovar que os gregos estavam de fato corretos em utilizar o alho como um estimulante do desempenho esportivo. Pesquisas têm demonstrado que o bulbo melhora a circulação (levando mais oxigênio ao tecido muscular) e reduz a percepção de fadiga causada pelos exercícios.

– Controla a glicose do sangue – Os benefícios do alho com relação a diabetes tem sido cada vez mais estudados. Ainda preliminares, estudos sugerem que suplementos à base de alho podem ser eficazes para controlar a glicemia e prevenir o diabetes.

Outra pesquisa publicada na revista The Journal of American Nutrition demonstrou que o alho cru pode ser altamente benéfico para o controle da glicose na corrente sanguínea.

– Fortalece os ossos – O alto teor de minerais como o zinco e o manganês, e das vitaminas C e B6 tornam o alho uma ótima adição à dieta para fortalecer os ossos. Isso porque esses nutrientes participam da composição de enzimas e antioxidantes que estimulam a formação de tecido ósseo e que atuam na absorção do cálcio.

O alho também pode ser eficiente na prevenção da osteoporose, uma vez eleva a produção de estrógeno, o hormônio que está envolvido no processo de síntese e reabsorção óssea.

– Poder antioxidante – Os antioxidantes do alho reduzem os efeitos colaterais do excesso de radicais livres no corpo, como a degradação do colágeno, que por sua vez causa o envelhecimento precoce da pele, e danos celulares que podem levar ao surgimento de uma série de doenças, como Alzheimer, demência, pressão alta e níveis elevados de LDL.

– Protege o coração – O alho é altamente benéfico para o coração por diversos fatores. Primeiro porque melhora a circulação e dificulta o surgimento da arteriosclerose (entupimento das artérias).  E porque reduz os níveis dos triglicérides e do LDL, o “mau” colesterol que tende a se depositar na parede das artérias e causar uma série de complicações cardíacas. Dados científicos confirmam que a suplementação diária com alho pode reduzir em até 15% os níveis de colesterol na circulação.



0 Comentários
Compartilhe