fbpx
Circuito, Destaque

The Sisters of Mercy se apresenta em Vitória

the-sisters-of-mercy

The Sisters of Mercy é uma banda britânica de rock gótico formada em Leeds, em 1980 por Andrew Eldritch (vocais) e Gary Marx (guitarra). A eles juntaram-se Ben Gunn (guitarra, substituído por Wayne Hussey, em 1983) e Craig Adams (baixo). Apesar de ter lançado apenas três LPs, The Sisters of Mercy tornou-se uma das mais influentes bandas da década de 1980. A origem do nome da banda vem de uma música de Leonard Cohen e de uma ordem religiosa de freiras católicas.

the sisters of mercyThe Sisters of Mercy foi uma liderança no gênero rock gótico, tendo alcançado amplo sucesso na Inglaterra e Estados Unidos. Desde os primórdios do grupo, tocando em bares e clubes de Leeds, a banda foi marcada por atrair uma legião de admiradores. Dentre as principais características do estilo do grupo, destacam-se: elementos de psicodeliadance e punk; o cantor Eldritch tem como principal traço a voz profunda e sombria; as letras da banda tratam de temas comuns ao rock gótico. A banda também inovou ao usar uma máquina para executar a bateria/percussão, apelidada de Doktor Avalanche.

As dificuldades de relacionamento com Andrew Eldritch causaram a saída de muitos membros do Sisters of Mercy, deixando-o como único integrante original. Em 1985 Gary Marx sai da banda, e forma os Ghost Dance; Wayne Hussey e Craig Adams formaram o The Mission em 1986. Hoje, além de Eldritch, Chris Catalyst e Ben Christodoulou fazem parte de The Sisters of Mercy. Apesar de já não editarem trabalhos originais, eles continuam a fazer digressões. Em Junho de 2007 atuaram em Espanha, na Alemanha e na Bélgica.

O nome The Sisters of Mercy foi escolhido a partir de uma música de Leonard Cohen, Sisters of Mercy. A música de Cohen fazia referência a um grupo de freiras católicas. Porém, esta letra é interpretativa e pode também fazer alusão às prostitutas. Ao escolherem este nome, Andrew e Gary interpretaram a segunda opção. Segundo Andrew, o comportamento das bandas de rock daquela época poderia ser associado à atividade das prostitutas. O nome The Sisters of Mercy seria uma ótima metáfora para a situação.

Inicialmente, a banda era formada apenas pela dupla Andrew e Gary. Com esta formação, de modo precário e com poucos recursos financeiros, a dupla gravou o primeiro trabalho. O single Damage Done foi lançado pelo próprio selo do grupo, Merciful Release. Não havia interesse das gravadoras e o recurso de criar um selo era mais viável. Este single trazia apenas três faixas, The Damage DoneWatch e Home of the Hitmen, foram prensadas 1000 cópias.

Em 25 anos de carreira, a banda atravessou diversas fases distintas com formações variadas. Por isso, torna-se difícil incluir o The Sisters of Mercy dentro de um rótulo musical ou enquadrá-los e associá-los à uma determinada época. Mas, devido ao som atmosférico, das referências sombrias aos rituais e símbolos esotéricos, alguns consideram o TSoM como uma típica banda gótica dos anos 80. No mais, cabe aos fãs e leigos cultuarem uma das mais prósperas bandas que surgiu nas últimas décadas.

Show The Sisters of Mercy em Vitória

O show da banda em Vitória será no dia 12 de novembro de 2019, no espaço Patrick Ribeiro (Novo aeroporto de Vitória).

Os ingressos podem ser adquiridos em patrickribeiro.com

Assista abaixo a um vídeo da banda:

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Karina Santos

Assistente de Jornalismo - WelcomePlanet

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: