fbpx
Destaque

Pesquisa revela que tablets e celulares afetam o sono de crianças e jovens

pesquisa-revela-que-tablets-e-celulares-afetam-o-sono-de-criancas-e-jovens

O uso de tablets e celulares por longos períodos e até tarde da noite, muitas vezes passando da meia-noite, já se tornou hábito frequente em muitas famílias. Uma pesquisa do King’s College, de Londres, realizada com adolescentes entre seis e 19 anos de idade constatou que o uso de tablets e celulares por longos períodos, principalmente à noite, antes de dormir, gera efeitos negativos na saúde.

“Hoje em dia vemos crianças muito pequenas com acesso a celulares e tablets, seja para elas não perturbarem em restaurantes, seja para que elas fiquem quietas quando estão em casa. A consequência disso são crianças que estão perdendo o sono muito novas”, alerta a médica pneumologista e presidente da Associação Brasileira do Sono regional ES, Jéssica Polese para os efeitos com a privação do sono. O resultado são crianças que dormem mal, chegam cansadas à escola e apresentam ansiedade e dificuldade de concentração.

A pesquisa revela ainda que com o tempo, a falta de sono adequado prejudica a memória, gera problemas de atenção e pode causar danos à saúde física e mental. A médica afirma ainda que muitos de seus pacientes são adolescentes que trocam a noite pelo dia e isso já é uma consequência da privação de sono na infância e da construção de maus hábitos do sono desde pequenos. Por isso, a atenção dos pais a essa questão é fundamental, já que dormir mal nas fases precoces da vida pode ter forte influência sobre o comportamento e desenvolvimento intelectual, e também favorece o desenvolvimento de sobrepeso e obesidade.

“A criança não vai decidir por ela mesma abandonar o jogo ou o celular para ir dormir. Isso tem que partir dos pais. O ideal é que ela não tenha acesso irrestrito ao aparelho eletrônico e que ele seja desligado pelo menos até duas horas antes do horário da criança dormir para a mente ir se acalmando”, acrescenta a médica.

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Criar Comunicacao

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: