fbpx
Circuito

5 dicas para uma viagem segura de moto

5-dicas-para-uma-viagem-segura-de-moto

Com a proximidade do feriado de Carnaval, aumenta o número de veículos na estrada, entre eles as motocicletas. Saiba como viajar em segurança sobre duas rodas. De acordo com o supervisor de oficina da Moto Vix Honda de Vitória, João Batista, o primeiro item que deve ser observado por um motociclista antes de seguir viagem é o capacete, de uso obrigatório e indispensável. “Tem que olhar a viseira. Se ela estiver arranhada, fosca ou opaca, pode comprometer a visibilidade do piloto durante o percurso, tanto de dia como a noite, principalmente na ocorrência de chuva ou neblina”, avalia.

Na sequência, o especialista orienta que seja feita a checagem das lanternas, como os faróis, setas, luzes do painel e lâmpadas de freio. “Além disso, é importante conferir o nível de óleo do motor e as condições dos pneus. Ao encontrar alguma irregularidade, a troca deve ser imediata, antes de iniciar a viagem”, afirma.  Manter a revisão em dia também é importante para garantir uma viagem mais tranquila, segundo o supervisor de oficina João Batista.

“O intervalo entre uma revisão e outra pode variar conforme o modelo da moto, mas é a partir de quatro até seis mil quilômetros rodados, ou de seis em seis meses. Na Honda, o motociclista pode fazer uma inspeção gratuita e sem horário marcado. Fazemos um check-list de 21 itens, como freio, amortecedor, cabo do acelerador, escapamento, retrovisor, buzina e outros”, ressalta.

O supervisor de oficina da Moto Vix Honda de Vitória, João Batista, lembra que, no último Salão Duas Rodas, em São Paulo, foram avaliadas 617 motocicletas. Dessas, 72% precisavam trocar um ou mais componentes e 70% necessitava de manutenção de itens de segurança. “Por isso a revisão é primordial, geralmente é quando detectamos algum problema”, conclui.

Check-list: 

  1. Avaliar o estado de conservação do capacete;
  2. Verificar as lanternas (faróis, setas, luzes do painel e lâmpadas de freio);
  3. Conferir o nível de óleo do motor;
  4. Checar as condições do pneus;
  5. Manter a revisão da motocicleta em dia.

 

 

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Maria Cardoso

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: