Procurando Categorias:Politica

setor-da-construcao-civil-se-reune-com-deputados-e-senadores-em-brasilia

Integrantes do mercado imobiliário de todo país compareceram em peso em Brasília na manhã de quarta-feira, dia 13. A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) apresentou o documento “Agenda Estratégica 2019/2022 – Um novo Brasil com a Indústria da Construção” para parlamentares do Congresso Nacional.

As entidades locais Ademi-ES e Sinduscon-ES, juntamente com outras instituições estaduais ligadas à indústria e ao mercado imobiliário, participaram do encontro, sendo representadas por seus respectivos presidentes Sandro Carlesso e Paulo Baraona. A agenda reuniu deputados federais e senadores para uma discussão sobre as demandas prioritárias para o desenvolvimento do setor e, consequentemente, da economia. Do Espírito santo estavam presentes os deputados  federais Amaro Neto (PRB), Da Vitória (PPS) e Felipe Rigoni (PSB).

Entre os temas relacionadas na agenda entregue estão a Reforma da Previdência, Reforma Tributária, Segurança Jurídica, FGTS, Distratos Imobiliários, Lei das Licitações, Licenciamento Ambiental, Áreas Contaminadas, Critérios para a paralisação de obras, Lei Geral das EPP – Empate Ficto, Saneamento Básico, Lei de Desapropriações, Securitização de Ativos, Garantia da Obra pelo Construtor (Solidez e Segurança das edificações), Alienação Fiduciária, Prorrogação do RET, APP em Área Urbana, Redução da Burocracia e Custos Cartoriais, Critérios Ambientais e de Sustentabilidade nas Edificações.

De acordo com a CBIC, o segmento representa 7,3% do PIB Nacional e emprega 11,6 milhões de pessoas, chegando a desembolsar mais de R$ 200 bilhões com a remuneração de trabalhadores. Com o reaquecimento da indústria da construção civil e do mercado imobiliário, a estimativa é que a atividade fomentará a oportunidade de um novo ciclo de desenvolvimento no Brasil, com geração de emprego e investimentos.

0 Comentários
Compartilhe