fbpx
Destaque, Mulheres de Negócios, Negócios

Empreendedorismo feminino: conheça três capixabas que movimentam a economia capixaba, muitas delas abriram seus negócios na pandemia

empreendedorismo-feminino-conheca-tres-capixabas-que-movimentam-a-economia-capixaba-muitas-delas-abriram-seus-negocios-na-pandemia

Empresária de moda, decoração, mercado saudável: capixabas também fazem parte dessa parcela nacional de quase 50% do mercado empreendedor ser feminino

Essa semana foi comemorado o Dia do Empreendedorismo Feminino (19/11) e elas têm motivos de sobra para comemorar. De acordo com a Global Entrepreneurship Monitor, as mulheres empreendedoras já somam mais de 30 milhões no Brasil, quase 50% do mercado empreendedor. E na pandemia elas tiveram um crescimento de 40%. Dados da Rede Mulher Empreendedora mostram que após a pandemia 54% das mulheres decidiram no último ano abrir uma nova empresa ou investir em negócios voltados a serviços, principalmente na alimentação, beleza, estética e moda. E em maior número na faixa etária de 22 a 35 anos.

É o caso da empresária Júlia Loyola, 24 anos, que abriu sua própria marca de roupa feminina ATITÚ em agosto de 2020, no meio da pandemia. “Fiquei com medo, não nego. mas já era um sonho antigo ter minha marca e abrir meu negócio, e segui fundo nesse projeto. O segredo é que fui inovando desde o início, afinal as pessoas estavam vivendo um momento sem cabeça para consumir e queriam desfrutar de um novo estilo de vida, com o home-office, lugares fechados. E assim fui mostrando os bastidores, construindo junto com as clientes a marca, ouvindo as necessidades delas. Foi com a escuta ativa que desenvolvi os produtos que faziam diferença na vida delas e até hoje estamos aí, conquistando o mundo. Deu mais certo do que minhas melhores expectativas pudessem imaginar. Em um ano de marca, fomos a primeira marca de moda feminina capixaba a desfilar no New York Fashion em setembro último e agora fui convidada para desfilar no Paris Fashion em fevereiro de 2022. Vem muito mais por aí’, conta a jovem empresária animada.

A empresária capixaba e diretora criativa da ATITÚ, Julia Loyola – foto Dani Maker

E as mulheres-mães empreendedoras?

E já imaginou ser mãe de dois e ainda empreender e fazer seu negócio crescer? De acordo com uma pesquisa feita pela Rede Mulher Empreendedora (RME), 68% das donas de negócio do país começaram a empreender depois de terem filhos.

É o caso da empresária Bárbara Ewald, que aos 24 anos, em 2019, ela abriu sua loja de mobiliário infantil e decoração chamada Casa Mirim, em Vila Velha, quando sua filha tinha 1 ano de idade. E mais de 2 anos depois, ela, agora com 26 anos, é mãe de dois com a chegada do caçula Valentim e os negócios só cresceram, mesmo com o caos da pandemia. Mas como ela mesmo diz, a mãe literalmente tira leite de pedra e se vira nos 30.

A empresária Bárbara Ewald da Casa Mirim com os filhos Maria Alice e Valentim

“Acredito que o maior desafio do empreendedorismo materno é o maior desafio de toda mãe que trabalha fora também: conciliar a vontade e necessidade de estar com os filhos e ao mesmo tempo a necessidade de trabalhar. Quando a gente empreende e faz a nossa agenda fica um pouco mais fácil, porque existe uma flexibilidade que permite chegar mais tarde, sair mais cedo, curtir mais os filhos. Mas é preciso discernimento e maturidade para entender que é necessário trabalhar tanto ou até mais que na CLT para proporcionar aos filhos o que a gente deseja. Mas eu enxerguei no empreendedorismo a flexibilidade que me permitiria ser bem-sucedida e uma mãe presente”, conta ela.

Ampliando e apostando em novos negócios

E a pandemia fez muitas mulheres ampliarem seus negócios e ter mais alternativas de renda pensando no futuro. Foi o caso da empresária Vivian Linhalis, 37 anos. Dona de um curso de inglês, em Vila Velha, na pandemia ela viu a necessidade de ampliar seus negócios e repensar os próximos anos. E apaixonada por alimentação saudável, um segmento que cresce cada vez mais em todo o mundo, ela resolveu apostar também nesse negócio e abriu recentemente sua marca chamada Habitus, um delivery de produtos exclusivos e voltados para a alimentação saudável como pastas de amendoim, granola. E ela não vai parar por aí. Em dezembro, ela abre franquia no Shopping Vila Velha de uma rede nacional de barrinha de nuts, frozen yogurt, e outros produtos, a marca NOZ.

Vivian Linhalis – empresária de dois negócios no ramo saudável

ATITÚ moda feminina

www.atitu.com.br

Instagram: @use.atitu

Habitus Vila Velha

Delivery de produtos saudáveis

Instagram: @habitus.vv

Tel: (27) 99243-9565

 

Casa Mirim

Av. Jeronimo Monteiro, 1690, Shopping da Terra, 1º andar, Centro de Vila Velha.

Instagram: @casamirim

Tel: (27) 99812-8906

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Danielle Ewald

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: