fbpx
Beleza e Estética, Destaque, Saúde

Queixo duplo tem solução! Conheça os tratamentos que podem ser realizados no local

queixo-duplo-tem-solucao-conheca-os-tratamentos-que-podem-ser-realizados-no-local

>> Radiofrequencia, criolopólise ozonioterapia, aplicação de ácido deoxilólico e até lipoaspiração. Conheça as técnicas que podem te livrar da “famosa” papada.

Sabe a papada? Aquela gordurinha inconveniente localizada na região do queixo e maxilar, também muito conhecida como queixo duplo, que faz questão de marcar presença nas fotografias? Então, ela tem solução! São vários os tratamentos estéticos e até intervenção cirúrgica que pode te ajudar a resolver o problema.

Algumas técnicas não-invasivas são ótimas aliadas e trazem muitos resultados para a resolução dessa queixa. De acordo com fisioterapeuta dermato funcional, Luciana Turino, da Slim Med a radiofrequência e a lipocavitação são tratamentos tradicionais nessa batalha.

“A radiofrequência ajuda a diminuir a gordura localizada, tornando a pele mais firme, pois liberta a gordura e aumenta a circulação do sangue no local. Já a lipocavitação, para realiza-la é preciso formar uma prega de gordura, por isso, esse procedimento só é indicado para pessoas com uma papada maior”, disse ela.

Luciana explicou que a criolipólise também pode ser feita na região e a ozônioterapia também. Na primeira, a gordura é congelada, com o uso de uma ponteira específica para a região, as sessões podem durar entre 45 minutos e 1 hora e meia, colocando a área de aplicação a uma temperatura de até -11°C. Na segunda opção, que é a ozônioterapia, o tratamento é realizado de maneira que rompa as membranas das células gordurosas, que são liberadas e dissolvidas no próprio corpo.

Outro procedimento muito comentado atualmente é a aplicação de ácido deoxicólico. De acordo com o farmacêutico esteta, César de Alencar, esse produto é injetado na gordura submentoniana em adultos, também conhecida por papada ou duplo queixo, essa é uma solução não invasiva, muito segura, e traz resultados visíveis logo nas primeiras aplicações.

“O deoxicólico destrói as células de gordura, estimulando uma resposta inflamatória pelo organismo, que vai ajudar a eliminar os resíduos celulares e os pedaços de gordura da região. Os resultados são visíveis, em média, de 30 dias depois”, disse ele.

Cirurgia para a papada

A cirurgia de papada é feita por meio de lipoaspiração. É uma cirurgia simples, podendo inclusive, realizar o procedimento em uma clínica, é claro, devidamente equipada com sala cirúrgica e com anestesia local, para casos mais simples.

De acordo com o cirurgião plástico, Adriano Batistuta existe a possibilidade de fazer junto com a lipo de papada o lifting cérvico-facial, caso o paciente, além da gordura, apresente flacidez na região.

“A incisão é feita abaixo do queixo, para que a gordurinha seja aspirada. É realizada com anestesia local e sedação. Todo o procedimento dura de 30 a 40 minutos. A recuperação é rápida, em 48 horas o paciente pode retomar suas atividades diárias, e as atividades físicas estão liberadas após sete dias”, disse.

O incômodo queixo duplo é eliminado poucos dias após a cirurgia. O mento fica mais evidenciado e harmônico com o restante da face. Logo, um dos benefícios da cirurgia de papada é o efeito rejuvenescedor no rosto.

Técnicas mencionadas:

Radiofrequência: é uma técnica que ajuda a diminuir a gordura localizada, ajudando a tornar a pele mais firme. Esta liberta a gordura e aumenta a circulação do sangue. Nesta técnica é aplicado um gel no queixo, deslizando um aparelho sobre o gel com movimentos circulares.

Aplicação de ácido deoxicólico: este ácido é feito a partir de uma molécula que existe naturalmente no organismo, proveniente dos ácidos biliares, e tem a ação de derreter a gordura no organismo. É um procedimento feito por profissionais habilitados, e quando aplicados na região desejada, causam uma reação inflamatória local que ajuda a diminuir a gordura e a flacidez.

Criolipólise: é um tratamento estético que age resfriando a região tratada a baixas temperaturas, cristalizando a gordura localizada, que é eliminada naturalmente pela circulação linfática.

Ozônioterapia: o tratamento é realizado de maneira que rompa as membranas das células gordurosas, que são liberadas e dissolvidas no próprio corpo.

Comentários

0 Comentários
Compartilhe

Karoline Fabroni

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: